quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Capelinha faz lançamento do 5º Festival de Animação e Arte


Festival começa nesta quarta, 26.11, com certificação de alunos que participaram do 4º Festival de Animação e Arte. 

Grupo de Teatro Anim’Art realiza, nesta quarta-feira, dia 26, às 18h30, no Espaço Ativa Idade (rua das Flores , nº 803, centro, Capelinha), o lançamento oficial do 5º Festival de Animação e Arte e a certificação dos alunos que participaram do 4º Festival de Animação e Arte.

Durante a cerimônia algumas novidades do projeto serão apresentadas como a parceria da Aperam BioEnergia e a Fundação Aperam Acesita, através da terceira edição de seu Edital de Projetos.

FESTIVAL DE ANIMAÇÃO E ARTE

O Festival de Animação e Arte é  um projeto  pioneiro que vem sendo realizado, há quatro anos, em Capelinha, no Alto Jequitinhonha, nordeste de Minas, Desenvolve importante função no âmbito cultural, fazendo de crianças, adolescentes e jovens, cidadãos politizados e cientes da importância da preservação dos valores culturais, por meio de oficinas e apresentações teatrais.

Nos quatro anos de realizações, 2011, 2012, 2013 e 2014 o Festival de Animação e Arte obteve mais de 900 inscrições, de alunos de escolas estaduais e particulares para participação em oficinas teatrais Destas cerca de 150 crianças, adolescentes e jovens participaram das montagens e apresentações dos espetáculos.

Fonte: Blog do Regiscap1 do Reginaldo Rodrigues, coordenador geral do Festival Animart.

Ranking de pontos de exploração sexual de crianças e adolescentes destaca Rio-Bahia

Levantamento apresentado pela Polícia Federal mostra que Minas ocupa primeiro lugar no país, pelo segundo ano seguido,com pontos críticos.

BRs 381, 040 e 116 (Rio-Bahia) são as mais vulneráveis.

BR-381 lidera pontos de vulnerabilidade – FOTO: Leonardo Morais/Hoje em Dia

Minas Gerais tem 313 pontos vulneráveis de exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais. O número, que cresceu 24,21% em relação a 2012, coloca o estado, mais uma vez, como o campeão dos abusos, no levantamento divulgado nesta terça-feira (25.11.14), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

É a sexta vez que o estudo, realizado em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), Child Hood Brasil, Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é publicado. No país, foram identificados um total de 1.969 pontos vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias federais. Desse total, 566 foram considerados pontos críticos; 538, com alto risco; 555, com médio risco; e, por fim, 310 pontos foram avaliados como de baixo risco.

Em Minas Gerais, os pontos foram identificados em 15 rodovias federais, sendo as BRs-040, 050, 116, 135, 146, 153, 251, 262, 267, 354, 364, 365, 381, 459 e 488. Ao todo, são 49 pontos críticos, 54 de alto risco, 77 de médio risco e o restante de baixo risco. Os números correspondem a um praticamente um terço dos locais de perigo em toda a região Sudeste brasileira.

Na Região Sudeste, a rodovia que mais apresentou pontos vulneráveis foi a BR-381, com 133 locais identificados, seguida da BR-116, com 98 lugares, e BR-040, com 63. 

Em todo Brasil, no total de pontos, a BR-116 lidera com 243 pontos, seguida da BR-163



A rodovia federal em Minas que mais concentra pontos de vulnerabilidade é a BR-381, com 125 locais. Na sequência, também aparecem as BR-040 (34) e BR-116 (23). No levantamento anterior, feito entre 2011 e 2012, foram identificados 252 pontos vulnerabilidade para exploração sexual de crianças e adolescentes no estado.

Estudo

Os Pontos vulneráveis são ambientes ou estabelecimentos onde os agentes da polícia rodoviária federal encontram características – presença de adultos se prostituindo, inexistência de iluminação, ausência de vigilância privada, locais costumeiros de parada de veículos e consumo de bebida alcoólica – que propiciam condições favoráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes.

O processo de mapeamento e divulgação dos pontos vulneráveis criam a possibilidade de um trabalho intersetorial e articulado de prevenção da violência sexual e proteção da infância e adolescência entre a PRF e os seus parceiros. Para ampliar ainda mais o conhecimento sobre esses pontos e esta forma de violência, esta edição do mapeamento incluiu duas novas questões:a primeira,sobre o sexo/gênero das vítimas; e a segunda, sobre o seu LOCAL de origem. Ao entender melhor o perfil da criança ou adolescente nesta situação, é possível contribuir para o estabelecimento de políticas preventivas de atendimento e encaminhamento.


Postos e restaurantes são os alvos
O relatório indica que os principais pontos de vulnerabilidade continuam sendo postos de combustíveis e locais de alimentação. Os locais são usados para a exploração de crianças e adolescentes principalmente por causa do grande concentração de motoristas e transeuntes das rodovias. Ao todo, foram detectados 1115 pontos em locais destes gêneros. 

Queda

O principal destaque da evolução dos últimos mapeamentos é a significativa redução dos pontos críticos: 40% em seis anos. A redução desses pontos pode estar relacionada à soma de esforços, engajamento dos diversos setores e atuação preventiva nas rodovias federais.

Comparada à edição anterior de 2011/2012, houve ainda um aumento de 9% do número total de pontos mapeados. Este aumento é percebido de forma positiva pela PRF e parceiros, visto que este órgão tem investido, ao longo dos últimos anos, no treinamento dos policiais rodoviários. Pontos que antes não eram vistos COMO problemáticos, hoje tem sua vulnerabilidade detectada e medida, fruto de uma maior capacidade e refinamento por parte dos policiais na identificação desses locais.

“Além da capacitação, o engajamento pessoal do policial – que é o agente responsável pela verificação in loco das condições de vulnerabilidade – na temática de enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes é condição fundamental para que se produza um trabalho consistente como esse mapeamento” frisa Maria Alice Nascimento Souza, Diretora-Geral da PRF.

Sudeste

A região sudeste d o Brasil foi apontada como  a região com mais pontos de vulnerabilidade, com 494 áreas mapeadas, Em segundo lugar, aparece o nordeste, com 475 pontos propícios à exploração sexual de crianças e adolescentes, seguido das regiões sul (448), centro-oeste (392) e norte (160). Minas Gerais, Bahia e Pará lideram na quantidade absoluta de pontos críticos ou de alto risco.

Do total de pontos de risco de exploração sexual mapeados, 1121 pontos forneceram respostas à origem e gênero das crianças e adolescentes. 428 pontos (38%) indicaram que a vítima era originária de outra localidade, ou seja, poderiam estar em situação de tráfico de pessoas. E, dentre os 448 pontos com registro de crianças e adolescentes em situação de exploração sexual, identificou-se que 69% era do sexo feminino, 22% transgêneros e 9% do sexo masculino.
O Coordenador de Programas da Childhood Brasil, Itamar Gonçalves, destaca a importância do mapeamento “Este trabalho representa um reforço para a efetivação de políticas públicas e ações integradas para o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes”.

Fonte: Hoje em Dia e Estado de Minas.

Comentário do Blog:
A exploração sexual de crianças e adolescentes no Vale do Jequitinhonha não está apenas em rodovias federais, embora os locais sejam de destaque devido à formação de pontos de concentração de transeuntes adultos,  principalmente motoristas.

A  BR 116, destacada como a que mais tem pontos vulneráveis no Brasil, corta o Vale do Jequitinhonha e Mucuri, a partir de Itambacuri, passando por Teófilo Otoni, Catuji ( no Mucuri), seguindo para Padre Paraíso, Ponto dos Volantes, Itaobim, Medina, municípios de Pedra Azul, Cachoeira do Pajeú e Divisa Alegre ( já na divisa com a Bahia). 

É justamente neste trecho, geralmente em postos de gasolina e restaurantes, que se concentram os pontos vulneráveis apontados no levantamento realizado por várias instituições.

Nas cidades citadas há uma precária rede de proteção social às crianças e adolescentes. Muitos intermediários das ações criminosas ( cafetinas e cafetões) são conhecidos das sociedades locais. Poucos cidadãos tem coragem de denunciá-los, pois os criminosos fazem parte de organizações poderosas que ameaçam, agridem fisicamente, sequestram e matam. 

Há denúncias de tráfico humano neste trecho que envolve autoridades politicas, donos de rede de posto de gasolina e motéis, detectados pelas Pastorais da Criança e do Migrante.  É necessário ações intersetoriais, articuladas e integradas dos governos municipais, estadual e federal para combater toda a rede organizada para exploração sexual de crianças e adolescentes.

Capelinha define do terreno onde será construído o Distrito Industrial

Prefeitura pretende comprar um terreno de 30 hectares. Aperam prometeu uma resposta nos próximos 20 dias sobre o valor da área.

No último dia 19 de novembro, uma reunião na sede da Aperam Bioenergia, definiu o local e a área onde será construído o Distrito Industrial de Capelinha, no Alto Jequitinhonha, nordeste de Minas. 
O encontro foi presidido pelo diretor presidente da Aperam, Jaime Gasparini, a pedido do presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços (Aciac), Maurício Teixeira Santos Júnior, o Mauricinho.
Área que a prefeitura pretende comprar – FOTO: César Paranhos

Após avaliações sobre a área pretendida pela Aciac, um terreno de 30 hectares no trevo de Turmalina sentido Novo Cruzeiro, Jaime Gasparini prometeu uma resposta nos próximos 20 dias sobre o valor da área, que será adquirida pela prefeitura.
Mauricinho diz ser constantemente procurado por empresários locais e também da região interessados em instalar suas empresas na cidade. O Distrito Industrial é o local de maior interesse dos empreendedores, por isso o presidente da Aciac procurou o município a fim de se inteirar sobre as negociações para aquisição do terreno.
A Aciac e a administração municipal pretendem buscar, junto ao governo estadual, recursos financeiros para a edificação estrutural do Distrito Industrial, como asfalto, energia, água e outras benfeitorias.
Fonte: Ascom Prefeitura de Capelinha / Texto: Rosa Santos.

Governo de Minas publica editais para 17 mil vagas na carreira da Educação

As inscrições podem ser feitas a partir do dia 10 de dezembro e vão até o dia 11 de janeiro de 2015, pelo site do IBFC

FOTO: arquivoGoverno de Minas publica editais para 17 mil vagas na carreira da Educação
Os concursos públicos de provas e títulos para provimento de CARGOS da carreira da educação são oportunidades para diferentes atuações.   

Foram publicados, nesta terça-feira (25/11), no Diário Oficial dos Poderes do Estado, extratos de quatro editais de concurso para preenchimento de vagas para as carreiras da Secretaria de Estado de Educação (SEE). São mais de 17 mil oportunidades para os interessados em ingressarem no serviço público mineiro. Os editais completos podem ser conferidos na página do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), responsável pela realização dos concursos públicos, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e da SEE.
De acordo com os editais, os concursos públicos de provas e títulos para provimento de cargos da carreira da educação compreendem oportunidades para diferentes atuações. Para o CARGO de PROFESSOR de Educação Básica, com atuação nos Conservatórios Estaduais de Música de Minas Gerais, as oportunidades são, por exemplo, para Regência/Música, Artes Plásticas, Instrumento/Guitarra, entre outros, conforme prevê o EDITALSeplag/SEE 02/2014.
EDITAL Seplag/SEE 05/2014 traz oportunidades para preenchimento de vagas para atuação em escolas especiais e Atendimento Educacional Especializado em escolas regulares. Os cargos, neste caso, para os quais os interessados podem concorrer são os das carreiras de Especialista em Educação Básica (Orientação Educacional), Especialista em Educação Básica (Supervisão Pedagógica), Professor de Educação Básica com atuação nos anos iniciais do Ensino Fundamental, Professor de Educação Básica para atuação em conteúdos específicos dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, Professor de Educação Básica Intérprete de Libras e para atuação nas salas de recurso.
Já as informações sobre as vagas do concurso para os cargos, na educação básica, de Assistente Técnico de Educação Básica (auxiliar de secretaria); Especialista em Educação Básica (supervisão pedagógica), Especialista em Educação Básica (orientação educacional), Professor de Educação Básica com atuação nos anos iniciais do Ensino Fundamental e Professor de Educação Básica para atuação em conteúdos específicos dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio podem ser conferidas no EDITAL Seplag/SEE 04/2014. Este edital destina-se a preencher vagas em municípios onde não tem candidato aprovado em concurso público anterior (edital 01/2011).
Para o cargo de Professor de Educação Básica - Ensino Religioso, o edital Seplag/SEE 03/2014 prevê 1.648 oportunidades.
A remuneração para os cargos de Assistente Técnico de Educação Básica (ATB) é de R$1.005,46 para a carga horária semanal de 30 horas. Para os cargos de Especialista em Educação Básica (EEB) é de R$ 1.455,30, com carga horária semanal de 24 horas. Para os cargos de Professor de Educação Básica (PEB) a remuneração inicial será de R$1.455,30 para uma jornada de 24 horas semanais.
As inscrições podem ser feitas a PARTIR do dia 10 de dezembro e vão até o dia 11/01/2015, pelo SITE do IBFC. O valor de inscrição será de R$ 30,00 para a vaga de Assistente Técnico de Educação Básica, R$ 40,00 para Professor de Educação Básica e R$ 45,00 para Especialista em Educação Básica.
Os textos de cada um dos editais e demais informações encontram-se disponíveis nos SITES 








terça-feira, 25 de novembro de 2014

Francisco Badaró: 4 irmãos que se casaram com 4 irmãs ganham festa do SBT


Eles completaram 15 anos de casados.

Foto: divulgação4 irmãos que se casaram com 4 irmãs de Francisco Badaró, ganham festa do SBT
Idelsom e Claudia, Ivonaldo e Fatima, Ivonildo e Vilmena e Ana Silvana Cruz e Ivanilton Cruz
Quinze anos após se casar, o clã Cruz finalmente teve uma celebração de verdade.

 O Digo Sim, blog publicado pelo jornal Folha de São Paulo,  mostrou há um mês a história das quatro irmãs saídas de Francisco Badaró, no Vale do Jequitinhonha (MG) que se casaram com quatro irmãos  da Bahia.
  
A grande família completou em 2014 bodas de cristal. Ou seja, 15 anos casados e morando todos na mesma rua, em Itapecerica da Serra, na grande São Paulo. Mas faltava ainda a cerimônia para sacramentar as uniões.

 “Quando a gente se casou, o Eli Correa falou no programa de rádio dele e o bairro inteiro invadiu a festa. Nem conseguimos aproveitar nada”, diz Claudia Cruz, uma das irmãs.

A festa não deixou boas lembranças para eles, que planejavam fazer um novo casamento assim que possível.

Após o blog publicar a história, a produção do SBT entrou em contato com a família Cruz e ofereceu um casamento num castelo. A celebração rendeu meia hora de material para o “Domingo Legal”, que incluiu Celso Portiolli de padrinho, vestindo um smoking. 

“Ficamos muito felizes. E muito casados”, diz a irmã Fátima. Felicidade aos oito noivos.
Fonte: Folha de S. Paulo

Lutadora de Teófilo Otoni é campeã mundial de Muay Thai











A professora Andréia Luiza Ramalho Pacheco, de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, conquistou a medalha de ouro no “VI Campeonato Del Mundo de Artes Marciales da Argentina 2014”, realizado em Buenos Aires no período de 14 a 16 deste mês.

Na manhã deste sábado, 22 de novembro, a campeã mundial desfilou pelas ruas da cidade em uma viatura do Corpo de Bombeiros.